aβsynto Vocέ: Náufrago da Paixão

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

segunda-feira

Náufrago da Paixão

“Porque sou do tamanho daquilo que vejo, 
e não do tamanho da minha altura.”
(Carlos Drummond de Andrade) 
Só,
ruminando em secreto minhas mazelas,
busco alforria de ti.
Sinto-me tola, atolada.
Armadilhas, arapucas,
Eu ave presa sob alçapão.
Coração agitado no peito,
refém da própria emoção...
Busco porto seguro,
busco um corpo seguro.
Preciso aportar e sobreviver.
Minhas coordenadas se perderam,
se fundiram com o delírio de te querer.
Vivo naufrago de meu próprio sentir.
Paixão que tirou o chão,
Desejar que dominou a razão.
Cansei de lutar, de querer...De querer lutar!
De amarras solta deixo-me conduzir.
Meu destino: ancorar ou naufragar.[ME]

Creative Commons License
aβsynto Vocέ by K4AKIS'Production

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias