aβsynto Vocέ: Minha alma de Florbela...

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

segunda-feira

Minha alma de Florbela...


Perdoem-me o trocadilho mas ultimamente a minha alma de Florbela tem me espancado... Tenho ficado a reler, sentir e sofrer com os poemas dessa grande poeta lusitana. 
Florbela seu codinome é Paixão, por sobrenome Penar. Minha reverência.

Fanatismo

"Minh'alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão de meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

Tudo no mundo é frágil, tudo passa..."
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, vivo de rastros:
"Ah!  Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: princípio e fim!..."

Florbela Espanca

Creative Commons License aβsynto Vocέ by



Gif Gifs

2 comentários:

  1. Obrigado pelo comentário no luso!

    Fada que anda no ar
    Com vestes etéreas

    Asas batem ao vento
    Aliviando o tormento

    Ninfa doce que mora
    Na minha memória

    Imagens que reluzem
    Nas fantasias se fundem

    Fada que trago da infância
    Tão bela em sua elegância

    Debruçando no espaço
    Melhorando o que faço

    Ninfa que deixa os lagos
    Pra buscar novos caminhos

    Faz da vida o que quer
    Disfarçada de mulher

    Fada, Ninfa alma clara
    Onde a vida nos separa

    pena que não tem o gaget de seguir teu blog!

    ResponderExcluir
  2. Depois de um poema lindo desse (o que lhe é peculiar!!!), vou até colocar um!
    Dei uma passada no seu site e deixei um recadinho...
    Bjks

    ResponderExcluir

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias