aβsynto Vocέ: Meu anjo e meu demônio

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

sábado

Meu anjo e meu demônio



Meu menino, tu és meu anjo e meu demônio!
Meu sonho e meu pesadelo,
Mesmo estando distante, meu corpo por ti clama,
E quando silencia, minh'alma aos brados reclama.

Meu menino, tua existência por si me excita,
Imagino tuas mãos hábeis tateando meu corpo,

tua barba por fazer roçando-me o dorso,
Rendo-me a loucura e me entrego a sedução.

Ah, menino, tu és o meu pecado, minha tentação.
Minha loucura e minha perdição
Me deixaste alucinada, completamente dominada,
pelas garras dessa paixão.

Meu menino, meu gato, felino...
Quero mergulhar nesse mar de desejos,
quero desvendar um a um teus segredos.
Inebriar-me nessa volupia, sentindo teu gozo verter.
na tortura de um doce orgasmo, em teus braços morrer e tornar a viver.

Creative Commons License aβsynto Vocέ by K4AKIS'Production




Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias