aβsynto Vocέ: Amor Pródigo

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

segunda-feira

Amor Pródigo


_Amada minha, por onde andaste?
Meus olhos pendem cansados,
turvo por verter lágrimas.
da dor que tua ausência me traz,
Fui detentor de teus abraços,
não te preservei em meus braços,
agora sorvo o fel da angústia na foz.

_Amado meu, quando de mim te descuidaste,
lançando-me a própria sorte, perdi minha direção.
Em busca de uma quimera, de um bálsamo para solidão,
vaguei por caminhos sem norte, a procura de uma paixão.

_Volta amada minha, assim como foste, o teu lar ainda te espera.
Deixa-me curar tuas feridas, assim como das minhas cuidaste.
A tua ausência foi fel, amargou cada dia meu viver.
Se não estás ao meu lado, sou ave arredia a perecer.

_Meu amado, quero de novo amar, sem reservas, sem amarras.
Que eu possa me entregar, na certeza de seu cuidado.
Reiventemos o amor, num presente sem dor.
Recomeço sem passado, nem futuro promissor,
apenas eu, você, o hoje ... Seja como for.


Creative Commons License aβsynto Vocέ by K4AKIS'Production

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias