aβsynto Vocέ: Delírio

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

quinta-feira

Delírio


Nua, mas para o amor
não cabe o pejo

Na minha a sua boca
eu comprimia.


E, em frêmitos carnais,
ela dizia:


_Mais abaixo, meu bem,
quero o teu beijo!

Na inconsciência bruta
do meu desejo

Fremente, a minha boca obedecia,

E os seus seios, tão rígidos mordia,
Fazendo-a arrepiar em doce arpejo.

Em suspiros de gozos infinitos
Disse-me ela, ainda quase em grito:

_Mais abaixo, meu bem! – num frenesi.

No seu ventre pousei a minha boca,
_Mais abaixo, meu bem! – disse ela, louca,
Moralistas, perdoai! Obedeci....
"Cada poema, cada imagem arrebata-me para o dia
em que Saudade vai ser um vocábulo incrustado
nas páginas do dicionário, entre nós
há de reinar soberana a doce
Realidade."

2 comentários:

  1. Anônimo24/12/08

    Sansacional!
    Olavo Bilac mostrou-se entendido na hora de satisfazer uma mulher!
    ;-)

    ResponderExcluir
  2. Anônimo24/12/08

    Precisamos de mais Olavos, concorda?

    ResponderExcluir

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias