aβsynto Vocέ: Prodígio

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

sexta-feira

Prodígio


Prodígio! 

Como o Rei Lear não sentes a tormenta 
Que te desaba na fatal cabeça! 
(Que o céu d'estrelas todo resplandeça.) 
A tua alma, na Dor, mais nobre aumenta. 

A Desventura mais sanguinolenta 
Sobre os teus ombros impiedosa desça, 
Seja a treva mais funda e mais espessa, 
Todo o teu ser em músicas rebenta. 

Em músicas e em flores infinitas 
De aromas e de formas esquisitas 
E de um mistério singular, nevoento... 

Ah! só da Dor o alto farol supremo 
Consegue iluminar, de extremo a extremo, 
o estranho mar genial do Sentimento! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias