aβsynto Vocέ: Amor tardio

 

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.Há também quem garanta que nem todas, só as de verão.Isto não tem muita importância. O que interessa mesmo são os sonhos..."

Visite o link abaixo...

quinta-feira

Amor tardio


Corre como se evitasse
o encontro consigo mesmo.
Foge como se pudesse
esquivar-se dos seus medos.
Evita parar,
evita pensar,
evita sonhar.
Trava batalhas tentando engavetar
num canto obscuro da mente,
pensamentos que teimam orbitar
no espaço de um suspiro,
no suspiro espaçado da dor.
Medos, desejos, anseios, utopias...
Plainam, tal revoadas de andorinhas
soltos e ordinários. Devaneios
que surgem quando o entardecer
vem sugando  o clarão do dia.
Do riso débil fica  resquício,
sonhos inacabados, valsando 
entre os contratos vitalícios,
buscando no peito vazio
sobras da chama que teima
alimentar o fogo que 'inda arde,
esperança tardia de um amor
noturno,  que insiste em vibrar,
apesar da noite alta.

Creative Commons License
aβsynto Vocέ by K4AKIS'Production


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, gostou? Deixe sua marca...

Loading...

Cicatriz

Quem disse que mudei? Não importa que a tenham demolido. A gente continua morando na velha casa em que nasceu.

   Mário Quintana [pensador] www.pensador.info

 
diHITT - Notícias